Escolha uma Página

Toda construção precisa de detalhes que a personalizem e deixem com a cara do seu proprietário. Sem os detalhes de cores e materiais, toda casa ou edifício seria praticamente igual. Um dos itens que ajuda na personalização são as esquadrias – e as esquadrias de vidro são das mais bonitas.

O que são esquadrias de vidro?

Apesar de o nome ser bem complexo, as esquadrias são basicamente as janelas e as portas de uma residência. O papel das esquadrias de vidro não é muito diferente Do papel de outras esquadrias tradicionais: ajudar a evitar que água, ar e ruídos penetrem com força na residência, assim como ajudar contra a passagem de luz.

As esquadrias de vidro, assim como o nome já diz, são esquadrias que são constituídas com vidro como material principal. Ela não é exclusiva desse material, especialmente em relação à sustentação: outros materiais também ajudam na composição das esquadrias de vidro.

Os principais materiais utilizados nas esquadrias de vidro são os mesmos que são comuns para esquadrias tradicionais: PVC, alumínio ou madeira, por exemplo. A diferença é que para as esquadrias de vidro esses materiais servem apenas como sustentadores.

Modelos de esquadrias de vidro

Os materiais diferentes usados nas esquadrias de vidro originaram modelos diferentes e bem bonitos que podem ser eleitos na hora de decorar a casa ou apartamento.

Veja abaixo os diferentes modelos de esquadrias de vidro.

Esquadrias de vidro temperado

Esse modelo de esquadrias de vidro pode ser considerado o mais próximo de “puro” vidro. O puro está em aspas porque mesmo que 99% da sua composição seja vidro temperado, ela ainda precisa de uma pequena quantidade de alumínio nas suas ferragens.

Esse tipo de vidro é mais resistente do que os demais e passa a ser mais seguro para instalação em esquadrias de vidro. A resistência é ótima e tem um custo relativamente baixo, porém não são seguros contra arrombamentos, sendo preferível evitá-los caso gere insegurança no usuário.

Se você reside em local mais protegido, essa é a melhor opção se formos pensar em custo benefício.

Esquadrias de vidro com alumínio

Esquadrias com alumínio são atualmente as mais utilizadas no Brasil, talvez pelo seu baixo custo e boa resistência. Se ela não funciona tão bem como isolante (e de fato não tem um bom desempenho nesse aspecto), pode ser útil aumentar a grossura do vidro. Isso, na maioria das vezes, resolve o problema da acústica.

Nesse tipo de material, os vidros podem ser tanto encaixados, como também colados no alumínio. É o material preferido para esquadrias de vidro em ambientes comerciais.

Esquadrias de vidro com madeira

Se usados com madeira, os vidros devem ser “encaixados” e não colados como pode ser feito em alumínio. Esse é um dos modelos com efeito visual mais bonito, dando sensação de sofisticação e de um ambiente tradicional ou rústico ao mesmo tempo.

A diferença para outros tipos está no custo (mais alto que o alumínio, por exemplo) e também no modo de fazer a manutenção. Embora o uso da madeira em esquadrias de vidro sofra um pouco com a influência do intemperismo, se você fizer a manutenção de forma adequada, não haverá problema algum.

A grande vantagem é a originalidade das peças. Elas conferem um ar mais sofisticado a qualquer ambiente, por mais simples que seja.

Esquadrias de vidro com PVC

A última moda é usar o PVC como suporte, técnica que vem ganhando força no mercado brasileiro. Assim com a madeira, precisa do encaixe do vidro ao invés de ser colado nele.

O custo é um pouco mais alto, mas compensa para quem tiver disponibilidade financeira, já que é resistente e permite customização para deixar as esquadrias de vidro com um aspecto mais pessoal e individual.

Acesse nosso portal de vidraçaria e descubra quais empresas trabalham com Esquadrias de Vidro em BH!
%d blogueiros gostam disto: